Resultado do Leilão A-5

Clique aqui e saiba como foi o debate sobre o Leilão A-5

RESULTADO DO LEILÃO A-5

O governo brasileiro tentou mais uma vez sujar a nossa matriz elétrica, mas falhou na missão! De nada adiantou dar incentivos públicos, como diminuir os impostos do combustível às véspera do leilão – dessa vez o carvão não teve compradores!!! O motivo? As fontes de energia renováveis ficaram mais baratas! O leilão, realizado no dia 29 de Agosto, com o objetivo de suprir a demanda de eletricidade do país no ano de 2018, contratou 19 empreendimentos de geração de energia, sendo 647 MW de biomassa e 618,483 MW de hidrelétricas, mesmo que 41% da energia oferecida no leilão tenha sido carvão.

Tiramos duas lições com o leilão: a primeira é que o governo brasileiro insiste em investir nos combustíveis fósseis, apostando as fichas no passado e ignorando o enorme potencial que o país tem para o uso das energias limpas e renováveis, como a solar, eólica e biomassa, andando mais uma vez na contramão; A segunda é que as renováveis estão cada vez mais competitivas e já se apresentam mais vantajosas do que as outras fontes de energia. Ao compararmos o preço, que é comumente utilizado como desculpa pelo governo para continuar incentivando a compra de energias sujas, vemos que o carvão saiu a R$140,00/MW, enquanto a eólica atingiu R$110,00/MW em seu último leilão.

Podemos comemorar também com o novo anuncio do governo: Edison Lobão anunciou nesta terça-feira, dia 3, que a energia solar será incluída no próximo leilão A-5, que acontece no dia 13 de dezembro. Segundo ele, a entrada dessa fonte vem com o intuito de diversificar a matriz energética brasileira.

Além da solar, também foi incluída a energia eólica. Depois de sua participação positiva no Leilão de Energia de Reserva, realizado em agosto, a sua inclusão pontua o crescimento das fontes renováveis nos planos do governo brasileiro.

O Movimento Bandeirante com base em seu Programa de Educação Ambiental, que busca promover a sustentabilidade, apoia a entrada dessas duas fontes renováveis no leilão e é contra fontes de energia fósseis que poluem e intensificam o aquecimento global.

Charge - Resultado do Leilao A-5

Esse texto foi escrito pelo Climax Brasil, um coletivo de jovens que pretende tirar as mudanças climáticas do armário com intervenções criativas e atraentes por todo o país do qual a Federação de Bandeirantes do Brasil faz parte.

Veja também:

Jovem Bandeirante participa de encontro sobre mudanças climáticas na Turquia

Relato de Luiza von Winckler, Coordenadora Técnica de Meio Ambiente da FBB, sobre sua participação no Global Power Shift

Bandeirantes, juntem-se à fase 2 do Global Power Shift

Leilão de energia e a volta do carvão ao Brasil é tema de debate aberto

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


3 + 1 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>